O Carnaval é, tradicionalmente, a época do ano em que a sátira, crítica social e algumas partidas estão presentes um pouco por todo o país. Em Arouca e Vale de Cambra não foi exceção e a animação reinou com os desfiles, carros alegóricos e disfarces apresentados. Apesar da chuva, milhares de pessoas assistiram aos desfiles das escolas, instituições e associações dos municípios.

Em Arouca, as festividades carnavalescas começaram na sexta-feira, dia 24 de fevereiro, com o habitual desfile de Carnaval do Agrupamento de Escolas de Arouca. Subordinado ao tema “Turismo Sustentável”, o corso carnavalesco decorreu ao longo da avenida 25 de abril, onde centenas de mascarados deram cor à vila de Arouca. Para além de escolas como a E.B. Canelas, E.B. Burgo, E.B./JI Boavista, E.B. nº1 de Arouca, as festividades contaram com as participações dos utentes da AICIA, Santa Casa da Misericórdia e Patronato.

Os foliões disfarçaram-se, como já foi referido, com trajes alusivos ao tema “Turismo Sustentável”, como os Passadiços do Paiva, pedras parideiras, Geopark, carne arouquesa, incêndios florestais e doces conventuais e regionais. Com uma manhã de sol, a adesão por parte dos arouquenses foi muito positiva, com milhares de pessoas a desfilar e a assistir ao cortejo que percorreu as principais artérias da vila de Arouca.

Devido ao mau tempo que se fez sentir, a atividade “Jogar ao Entrudo” com o desfile e habitual concurso de melhor mascarado tradicional e animação, marcada para o dia 27 de fevereiro, segunda feira, não se chegou a realizar.

Na terça-feira, dia 28 de fevereiro, saiu à rua o grande desfile de Carnaval Associativo. Apesar da chuva, mais de 500 foliões e cerca de 50 carros alegóricos desfilaram pela vila, “distribuindo” animação, humor, tradição e sátira.

O desfile contou com a participação da Sociedade Filarmónica Santa Cruz de Alvarenga, do Centro Cultural e Recreativo de Moldes, Teatro Experimental de Arouca, Comissão de Melhoramentos de Souto Redondo, Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Chave, Rancho Folclórico da Casa do Povo de Santa Cruz de Alvarenga, Associação Unidos por São Tiago da Farrapa, Associação Unidos da Regada, Associação Cultural e Social de Espiunca, Grupo Cultural e Recreativo de Rossas, Associação de Pais e Encarregados de Educação das Escolas de Mansores, Banda Musical de Figueiredo, Centro Recreativo e Desportivo São Pedro de Nabais, Casa do Povo de Arouca e Grupo de Jovens de Várzea.

Os participantes foram avaliados por um júri constituído por Margarida Belém, vice-presidente da Câmara Municipal, Fernando Peres, vereador, Nuno Ribeiro, da FAJDA, Ana Clara, da Escola Secundária de Arouca e João Martins, do Movimento Fotográfico de Arouca. Na apreciação do júri, o Teatro Experimental de Arouca classificou-se em primeiro lugar, tendo recebido um prémio de 750€, seguido da Casa do Povo de Arouca que conseguiu o segundo lugar e um prémio de 500€. O terceiro lugar foi atribuído à Associação de Pais e Encarregados de Educação de Mansores, que recebeu 250€.

Mais de 600 figurantes fizeram o Carnaval de Vale de Cambra

No município de Vale de Cambra as festividades de Carnaval tiveram início no dia 13 de fevereiro com a abertura da exposição de Máscaras de Carnaval, que esteve patente no Museu Municipal até ao passado dia 3 de março. Todas as máscaras de Carnaval foram elaboradas por IPPS’s do concelho.

No dia 26 de fevereiro, domingo, realizou-se o grande Corso Carnavalesco, onde mais de 600 figurantes desfilaram desde o edifício municipal até à Praça Comendador Álvaro Pinho da Costa Leite, transmitindo alegria às centenas de pessoas que se deslocaram ao centro da cidade para assistir ao desfile.

Promovido pela Câmara Municipal, o desfile contou com a adesão de 10 grupos. O Jardim de Infância de Macinhata apresentou-se com 45 crianças, sob o tema “Óbelix na Aldeia Gaulesa”. A “Branca de Neve e os Anões” foi o tema retratado pelo Jardim de Infância do Côvo, que participou com 34 crianças. A Associação de Pais e Encarregados de Educação do E.B.1/J.I. de Vila Chã desfilou com 34 crianças e 6 adultos, com máscaras alusivas à “Caça ao Tesouro”. Com o tema “Jardim Zoológico”, a Fundação Luís Bernardo de Almeida levou 144 crianças e 21 adultos. A Santa Casa da Misericórdia de Vale de Cambra retratou o “UP! Altamente”, o Centro Social e Paroquial de Cepelos levou máscaras alusivas ao “Reino da Disney”, a Associação Desportiva, Cultural, Recreativa e Ambiental de Viadal participou no desfile com 25 adultos e retratou “O Velho Ortigão e os seus sapos”. “O Turismo na nossa terra” foi a temática escolhida pela Associação Carnavalesca de Vale de Cambra e pelo Grupo de Bombos dos Amigos. Por último, o Centro Social e Paroquial de S. Pedro de Castelões retratou um “Centro de Fitness”.

Texto de Andreia Borges

Foto: Carlos Pinho | “Turismo Sustentável” foi o tema do desfile de Carnaval do Agrupamento de Escolas de Arouca

Foto: Carlos Pinho | Milhares de pessoas assistiram ao desfile no centro da vila de Arouca

Foto: CMVC | O Desfile de Carnaval de Vale de Cambra contou com a adesão de 10 grupos

Foto: CMVC | As temáticas mais retratadas foram as histórias infantis