O Executivo Municipal, na sua reunião do passado dia 10, deliberou por unanimidade adjudicar a cessão de exploração da cafetaria do parque e respetiva esplanada, a Alfredo Manuel Leite Bastos Martins Silva, do concelho de Santa Maria da Feira, que irá pagar o valor de seiscentos e dez euros, acrescido do IVA.

De referir que o prazo do concurso terminou no passado dia 9 de Janeiro, depois da primeira gerência Molhó Bico-Bar, Ld.ª ter abandonado o espaço antes do fim do contrato celebrado, obrigando à abertura de novo concurso público. Para além do empresário do concelho vizinho foram mais três os concorrentes interessados: Jorge Manuel da Rocha Freitas (380 €); Artur Jorge Santos Ferreira (351€); Pedro Miguel Ferreira da Silva Bastos (301€).

A cafetaria do parque foi sempre uma obra envolta em alguma polémica, com avanços e recuos por parte da Câmara, sendo que a mesma originou, inclusive, um abaixo-assinado de alguns industriais do ramo da cafetaria e restauração contra a edificação da mesma, alegando uma “concorrência desleal” por parte de uma entidade pública. Ainda na Assembleia Municipal de dezembro a sua construção foi bastante criticada. Artur Miller, do PSD, lembrou não só os custos financeiros que envolveu a obra como o facto da sua arquitetura e inserção no espaço parque não ser plenamente conseguida.