Alberto Augusto Teixeira, residente em Cruz Toita, Santa Eulália, recebeu uma fatura da água no valor de 1206,29€.

Segundo a D. Benvinda, esposa de Alberto Teixeira, cerca de 800€ são referentes “a apenas 80 dias e os outros 160 e tal são de outubro e novembro, que eu até tinha pedido para pagar em prestações”. A família alega que não gasta todo esse valor de água até porque no passado, quando era a Câmara que estava à frente do processo, gastava em média 50€. Referiu ainda que os técnicos estiveram no local a verificar a existência de possíveis rupturas e nada foi encontrado, nem foram deixadas mangueiras ou torneiras abertas. Com receio de que cheguem novas faturas com valores elevados, a família tem utilizado água de garrafões.

Os lesados afirmam que não vão pagar a avultada conta e pretendem levar o caso para a comunicação social e apresentar queixa na DECO.