A Santa Casa da Misericórdia de Arouca decidiu terminar o mês de janeiro com a realização do I Encontro de Janeiras, que contou com as atuações do Grupo de Amigos de Tropeço, do Conjunto Etnográfico de Moldes, da Irmandade do Senhor dos Aflitos de Cela (Tropeço), do Grupo de Cantares de Santa Maria do Monte e também de um grupo de utentes, funcionários e voluntários da Santa Casa.

Quando vemos desaparecer os rebanhos comunitários de Arouca e paisagem das nossas aldeias transformada com a substituição do xisto pelo cimento, chapa ou telha, resta-nos contrariar esta tendência contribuindo para manter vivas algumas das nossas mais profundas e elementares tradições culturais, como a do cantar das janeiras”, afirmou Victor Brandão, provedor da Santa Casa da Misericórdia, em nota à imprensa.

O evento realizou-se no passado dia 29 de janeiro e, segundo o provedor da instituição, é uma iniciativa a continuar. “Dado o enorme sucesso do evento e a elevada participação da comunidade, envidaremos esforços para que estes encontros se repitam doravante”.