Com o melhor ataque da competição nos jogos em casa, a formação de Pedro Costa queria dar continuidade a esse registo e às boas exibições, numa fase em que o desempenho coletivo é reconhecido a nível distrital.

Os primeiros dez minutos da partida foram uma antítese do resto do jogo, com alguma falta de concentração por parte de alguns atletas alvarenguenses que em dois momentos colocaram em perigo a sua baliza. Serviram para “acordar” e voltar rapidamente ao rendimento habitual dos últimos jogos. Ayrton deu o mote com um remate perigoso após passe de Marcos, aos 12 minutos. Quando o Alvarenga assumia as despesas do jogo, eis que aos 25 minutos surge o golo dos visitantes, na sequência de um livre, em que ficou a sensação que o jogador do Alba encosta a bola com o braço. Reagiram os homens da casa e, até ao intervalo, tiveram seis lances de golo. De realçar o cabeceamento de Letz aos 30 minutos; um cruzamento de Adi para Luisinho cabecear à trave aos 35 minutos e, aos 41 minutos, Ryan (substituiu o lesionado Luiz) falhou a emenda a dois metros da linha de golo.

Na segunda parte, assistiu-se à continuidade do vendaval ofensivo evidenciado após o golo visitante, com o Alvarenga a criar inúmeras situações de golo, mas sem sucesso na finalização. Aos 55 minutos, Milton assistiu Luisinho para o empate. Milton Alef, aos 72 minutos fez o golo, num remate colocado de trivela, após combinação com Piriquito que substituiu Ayrton. A reação dos forasteiros chegou em dois lances, perigosos, de bola parada, mas Hélder Godinho resolveu. O Alvarenga proporcionava boas e constantes jogadas coletivas e já com Diego Lima em campo, aos 87 minutos, Luisinho bisa após assistência do recém entrado. Em cima do minuto 90, Galhões fecha a contabilidade com um grande golo de livre direto.

O próximo jogo decorre no domingo, dia 18 de dezembro, às 15h00, frente ao S. João de Ver.

A equipa arouquense alinhou com: Hélder Godinho, Adi, Kaique, Luiz Demanthé, Galhões, Bruno Martins, Letz, Milton Alef, Ayrton, Marcos Tank e Luisinho.

Texto de João Paulo Soares