08 de Novembro de 2016, momento de comoção e virada brusca na história politica dos Estados Unidos.

O republicano Donald Trump, tornou-se um dos homens mais poderosos do mundo, derrotando a democrata Hillary Clinton.

Sua vitória para muitos seria uma “afronta”. Rotulado por suas declarações personalistas, cidadãos americanos e do mundo, tentam compreender qual será o seu papel no governo, pois liderar uma nação, significa implementar igualdade, garantindo o mínimo de respeito pelo próximo.

Noticiários de vários países anunciaram sua vitoria de forma reflexiva, muitos questionam o que aconteceu para que suas palavras ofensivas em sua campanha atípica, não fossem relevantes.

Suas diretrizes terão consequências irreversíveis ou não?

Afinal como será conduzida uma nação que tem como obstáculo, suas “diferenças” para uma união?

O mundo aguarda o reflexo desta vitória!