‘Impasse’ venceu Arouca Film Festival com memórias da II Guerra Mundial

Fotos: Carlos Pinho

Terminou no passado dia 23 de setembro, a 16ª edição do Arouca Film Festival. Esta edição contou com mais de 600 espetadores durante os cinco dias.

O filme vencedor da Lousa de Ouro foi ‘Impasse’, da criadora Russa, Alina Mikhailova, uma curta metragem de 16 minutos que “nos revela uma memória escondida do passado século XX e da II Guerra Mundial que nos faz questionar, mais que os dramas do passado, as motivações e as origens dos problemas que, desde sempre e até aos dias de hoje, a humanidade insiste e persiste em manter. Motivações e problemas que condenam milhões de seres humanos à morte, à incapacidade, à miséria ou à fuga desesperada para o desconhecido”, declarou o júri do festival.

O programa do evento foi vasto e integrou a realização de duas oficinas em escolas do 1º e 2º ciclos, sobre story board e cinema documentário, onde participaram mais de 63 crianças. Nestas oficinas trabalhou-se a cinematografia, uma educação para o cinema e as artes, que potencie diferentes formas de ver e sentir o mundo. As crianças foram agentes ativos neste processo, participando de forma direta em todas as fases.

Realizou-se ainda uma masterclass com a atriz Laura Galvão e o realizador Nuno Rocha, onde os jovens, mais de 100, do 10º ao 12º ano, puderam ouvir, na primeira pessoa, relatos e experiências de vida, “num momento que permitiu uma abordagem leve e informal sobre como se pode construir uma carreira artística, lidando com sucessos e insucesso, um auxílio fundamental para as suas vidas académica e pessoal”, afirmou Cátia Camisão, programadora do festival.

Decorreu também uma tertúlia direcionada para a comunidade docente que refletiu sobre a importância do cinema em meio escolar e sobre o seu potencial de transformação. Desta forma foi possível pensar estratégias diferenciadas que permitam a introdução de novas ferramentas na escola, criando novas oportunidades, experiências diferenciadoras, geradoras de impacto e sucesso escolar.

Este é um festival que está já bem enraizado na comunidade, que conta o envolvimento de vários agentes locais, regionais e nacionais, que, em conjunto, permitem a existência de um espaço único, capaz de proporcionar vivências marcantes em toda uma comunidade que vive e respira cinema durante quase uma semana”, referiu ainda Cátia Camisão.

Objetivos realizados

João Rita, diretor do Arouca Film Festival, em declarações ao DD, fez um balanço do evento.

Os convidados são unânimes na hora de dizer que este evento é uma referência para toda a região, dando um contributo fundamental para a promoção e divulgação do cinema português e para o apoio dos jovens realizadores que procuram neste espaço uma plataforma para o lançamento das suas carreiras. Foi uma edição repleta de surpresas onde a magia do cinema envolveu todos os espectadores. Fizemos uma belíssima homenagem ao início do cinema e todo o ambiente em volta desta edição foi de uma alegria única com a certeza que o caminho da formação nas escolas será para continuar e reforçar.

Foi uma edição marcada pela constante promoção da cultura, do cinema português e da marca Arouca e Portugal pelo mundo fora. Sentimos que os nossos objetivos foram realizados e continuaremos com forças reforçadas a desenvolver um Festival de Cinema recheado de crédito, magia e sentido de responsabilidade!”

Premiados e Menções Honrosas do Arouca Film Festival 2018

– Lousa de Ouro | Melhor Filme do Festival: Impasse

– Lousa de Prata | Ao Telefone com Deus

– Melhor Filme Ficção | M.A.M.O.N

– Melhor Filme Documentário | We Are Nature

– Melhor Filme de Animação | Tupelo

– Melhor Filme VideoClip | Prana

-Melhor Filme Experimental | Carta de Amor (ao Porto)

– Melhor Realização | Carga

– Melhor Argumento | The Chocolate Soldier

– Melhor Fotografia | Le Chat Doré

– Melhor Montagem | Are you Voleiball??

– Melhor Representação | Ivo Canelas – Ao telefone com Deus.

Menções Honrosas do JÚRI

TRUTH (experimental)

– RAFEIRO (ficção).

Vencedor da categoria filme realizado em Smartphone

– Sea | Fic| 1′ | Uzbequistão.

Vencedor da categoria filme sobre Direitos Humanos

– From Hasakah With Love | Fic | 2′ | Teerão – Irão.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.