COMUNICADO: PSD Arouca apresenta proposta para criação de três zonas de ultrapassagem na requalificação da EN326 entre a Ribeira e Escariz

Vereadores apresentaram proposta na passada reunião de 7 de agosto

Na última reunião do executivo, realizada a 7 de agosto, o PSD Arouca apresentou através dos seus vereadores, uma proposta extremamente importante e pertinente na beneficiação da Estrada Nacional 326 que liga a Ribeira a Escariz, contemplando três zonas de ultrapassagem e que se traduziria num um ligeiro acréscimo ao custo da intervenção.

“Com a execução do primeiro troço de 10km da EN326 entre Arouca e Tropeço, esta via de comunicação assumiu, desde essa altura, uma elevada preponderância nas deslocações rodoviárias entre Arouca e o Litoral, preponderância essa que aumentará exponencialmente aquando da execução da ligação do Parque de Negócios de Escariz à A32 que figura no Programa de Valorização das Áreas Empresariais do actual Governo, sobre a qual depositamos enormes esperanças e expectativas, na sua execução a curto médio prazo.

Contudo para um eixo rodoviário (ligação rodoviária da Ribeira a Escariz) que se afigura, no nosso entender, como o principal eixo de acesso rodoviário ao Concelho de Arouca, haverá um troço, que embora estejam apenas previstas obras de beneficiação de pavimentos, não servirá da melhor forma os interesses dos Arouquenses.

 Neste sentido apresentamos uma proposta, que se resume à criação de 3 zonas de ultrapassagem em faixa própria para o efeito, comportando o (alargamento, pavimentação e colocação de rails), tornando o traçado mais rápido e mais seguro, com um custo de execução relativamente reduzido face ao benefício que trará diariamente aos arouquenses e a quem nos visita, num troço cada vez mais utilizado.

  1. Alargamento com a escavação de talude entre o (KM 31+900) e o (KM 32+230) para criação de faixa de ultrapassagem com 3 m de largura no sentido ascendente (Arouca – Escariz).
  2. Alargamento com a escavação de talude entre o (KM 29+950) e o (KM 30+400) para criação de faixa de ultrapassagem com 3 m de largura no sentido ascendente (Arouca – Escariz).
  3. Alargamento com a escavação de talude entre o (KM 26+000) e o (KM 26+650) para criação de faixa de ultrapassagem com 3 m de largura no sentido (Escariz – Arouca).

Esta proposta representa segundo a nossa estimativa um custo de cerca de 250.000,00€ (25% do valor do concurso público de 27 de Abril de 2018 lançado pelas Infraestruturas de Portugal, SA) ou (10% do valor que se vai gastar na requalificação urbanística da zona poente da Vila de Arouca), onde apenas não se incluem os custos de expropriação dos terrenos a escavar.

Releve-se que esta proposta aqui apresentada não inviabiliza a futura construção da ligação Ribeira (Tropeço)-Escariz com características da Via Estruturante que se possa vir a conceber num futuro a médio prazo tendo como acontecimento certo a execução da ligação Escariz à A32.

Mais, trata-se de uma proposta apresentada pela coligação “Somos Arouca” há cerca de um ano e que mesmo antes do lançamento do concurso público de 27 de Abril de 2018 pelas Infraestruturas de Portugal, SA, deveria ter sido acautelado pelo executivo camarário, coisa que não foi feita, mas que entendemos que ainda está a tempo de o fazer, para bem de todos os Arouquenses.”

A resposta por parte da Presidente da Câmara Municipal foi a seguinte:

“Como está focada num só objetivo prioritário, que é a conclusão da via estruturante, entende que é inconveniente introduzir no processo elementos que potenciariam os muitos obstáculos que têm impossibilitado a sua concretização.”

Ora para não perturbar a ação governativa e a sua estratégia, no que concerne à Via Estruturante Arouca – Feira, apesar de a desconhecermos por completo, mesmo questionando quinzenalmente a Presidente, decidimos não enviar a proposta às Infraestruturas de Portugal, como era nossa pretensão. PSD/Arouca.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.