Distinguida com a “Qualidade Ouro 2018” pela Quercus a praia do Areinho está interdita para fins balneares

Presidente da Câmara esclarece e diz que se trata de “uma questão procedimental”.


A Praia Fluvial do Areinho, situada na freguesia de Canelas, está interdita para banhos. A decisão é do Departamento de Saúde Pública, da Administração Regional de Saúde do Norte (ARSN), sendo que a comunicação foi feita recentemente à Câmara Municipal de Arouca.

Segundo conseguimos apurar esta situação verifica-se na continuidade de 2017. Estranhamente, e tal como noticiamos na última edição do DD, esta praia na margem esquerda do rio Paiva, integra pelo terceiro ano consecutivo, a lista das 390 praias com “Qualidade Ouro 2018”, segundo a Associação Nacional de Conservação da Natureza (Quercus).

De referir também que a Quercus identifica, de acordo com os critérios estabelecidos pela própria associação, as águas balneares em Portugal classificadas como tendo “Qualidade de Ouro”, com base na informação pública oficial, disponibilizada pela Agência Portuguesa do Ambiente.

Para uma praia ser classificada com “Qualidade de Ouro”, a água balnear tem de obedecer a diversos critérios.

Considerada o ponto de partida de algumas atividades desportivas praticadas no Rio é também um dos pontos de passagem dos Passadiços do Paiva.

Até ao fecho da edição ainda não havia qualquer informação no local sobre a interdição.

Esclarecimento da Presidente da Câmara

O que está em causa nesta interdição da Praia Fluvial do Areinho é uma questão procedimental. Passo a esclarecer: uma praia fluvial que termine a época balnear interdita a banhos, inicia a época balnear seguinte igualmente interdita a banhos e é o que está a ocorrer com a praia fluvial do Areinho. Esta terminou a época balnear de 2017 interdita a banhos por causa da presença de Salmonella, pelo que, consequentemente, inicia a época balnear de 2018 também interdita a banhos.

Para efeitos de um possível levantamento de interdição, há que efetuar duas análises consecutivas, uma antes da abertura da época balnear (que já foi efetuada e estamos a aguardar o resultado) e outra já após a época ter iniciado (no caso de Areinho, a recolha está prevista para 20 de junho), sendo que é necessário que em ambas não se registe a presença de Salmonella. Caso se obtenham dois resultados com ausência de Salmonella, conforme estou convicta que ocorrerá, será levantada a interdição a banhos.

Contribui para esta minha forte convicção o facto de ainda recentemente a Quercus -Associação Nacional de Conservação da Natureza ter classificado o Areinho como “Praia Qualidade Ouro”, distinção atribuída às praias portuguesas com melhor qualidade da água, e que muito nos orgulha.”

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.