Autarcas e dirigentes do PSD solidários com os comandantes honorários dos Bombeiros Voluntários de Arouca

Na sequência do relatório tornado público, determinado pela Inspeção-Geral da Administração Interna e relativo ao combate ao incêndio que atingiu o município de Arouca em Agosto de 2016, autarcas e dirigentes do PSD mostraram-se solidários com os comandantes honorários dos Bombeiros Voluntários de Arouca, através de um comunicado que transcrevemos na íntegra.

Foi agora tornada pública a conclusão do relatório que a Ministra da Administração Interna determinou, à Inspeção-Geral da Administração Interna, para o apuramento dos factos relacionados com o combate ao incêndio que, em Agosto de 2016, atingiu fortemente o município de Arouca.

Entre os vários factos apurados, há um registo pernicioso: “Nos dois primeiros dias de incêndio, quem comandava as operações de socorro eram dois comandantes do quadro de honra dos Bombeiros Voluntários de Arouca, o que não é permitido no quadro legal”.

Considerando o destaque que este aspeto tem tido, a relevância na comunicação social e, sobretudo, o facto deste relatório ter sido enviado, por determinação do Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, para o Ministério Público, leva os autarcas do PSD Arouca e o seus dirigentes a manifestar toda a solidariedade com os ex-comandantes Carlos Esteves e Floriano Amaral.

Na oportunidade, aproveitamos o ensejo para elogiar publicamente a sua abnegada ação em defesa de um património de todos, fruto de uma comprovada experiência de décadas ao serviço dos Bombeiros de Arouca.

Da mesma forma lamentamos que o Estado português, que também naquela altura se revelou incapaz e incompetente (de que é exemplo paradigmático a inação da proteção civil, nas suas diferentes dimensões), aja de forma desculpabilizante, sacudindo a “água do capote” e tentando encontrar “bodes expiatórios” onde não existem.”

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*