Santuário de Santo António em Vale de Cambra assinala 25º Aniversário

Ocorre neste mês de janeiro o 25º aniversário da Inauguração do Santuário de Santo António, na paróquia de Vila Chã, em Vale de Cambra. Trata-se de um lugar de grande importância litúrgico-pastoral para a paróquia, para a vigararia e para todo o Povo de Deus das Terras de Cambra.

A paróquia de Vila Chã vai assinalar a data com vários eventos ao longo deste ano de 2018, sobretudo neste mês de janeiro – mês em que foi inaugurado – e no mês de junho – mês de Santo António, patrono do Santuário e da Cidade de Vale de Cambra.

Programa de janeiro

Dia 07 de janeiro | 15h – Concerto de Reis pelos Coros Litúrgicos do Concelho

Dia 10 de janeiro | 19h – Dia do 25º Aniversário: Eucaristia Solene de Ação de Graças

Dia 13 de janeiro | 21:30h – Mesa Redonda no Auditório do Santuário sobre a importância deste Santuário

Dia 21 de janeiro| 15:30h – Concerto pelo Orfeão de Vale de Cambra e Coro de Câmara da Universidade do Minho

Dia 27 de janeiro | 21:30h – Concerto pelo Coro de Grijó

Dia 28 de janeiro | 11h – Eucaristia Solene com Crisma presidida por D. António Augusto.

Situado no centro da cidade de Vale de Cambra, o Santuário de Santo António é uma obra do arquiteto Agostinho Ricca e é constituído pela Igreja (a que se chama habitualmente “Santuário”), residência paroquial e auditório e salas de catequese. O altar foi sagrado a 10 de janeiro de 1993, por D. Júlio Tavares Rebimbas. Na altura era pároco desta comunidade, e foi o grande impulsionador da obra o Pe Joaquim Moreira dos Santos.

O Santuário possui uma imagem de Santo António, do escultor José Rodrigues, vitrais do pintor Domingos Pinho e um sacrário do escultor Zulmiro de Carvalho. Junto à Pia Batismal está ainda um quadro do Batismo de Jesus do pintor Avelino Leite.

Durante estes 25 anos, o Santuário de Santo António foi polo de crescimento e desenvolvimento da vida da comunidade paroquial e da vigararia de Arouca – Vale de Cambra. As condições que possui para a Evangelização e celebração da Fé, fizeram com que se tornasse um centro congregador e gerador de vida cristã e apostólica.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*