Reunião de Câmara: acessibilidades centram preocupações

Arouca

São várias as estradas municipais e precisar de obras de reparação

Acessibilidades e o estado das vias de comunicação rodoviárias centraram muito do debate político havido na reunião da Câmara Municipal de Arouca, do passado dia 5, sobretudo no período Antes da Ordem do Dia.

Segundo regista a ata respetiva, Victor Carvalho, Vereador do PSD, deixou “uma nota de grande preocupação neste domínio, onde a autarquia deverá atuar no curto/médio prazo, de modo estruturado e com soluções eficazes sem desperdício e otimizando recursos; neste sentido, e como mau exemplo, foi o que se verificou no estrangulamento da ponte (direção Chave/Rossas), bem como os 30 metros em paralelos que não foram intervencionados na mesma empreitada”.

Para este autarca social-democrata “praticamente todo o concelho, mesmo ainda sem chuvas de Inverno, apresenta estradas com pisos completamente degradados e com necessidade de intervenção urgente; com as chuvas e a formação de geadas tornar-se-ão ainda mais perigosas”, referindo-se especialmente a duas zonas críticas de intervenção: “Na freguesia de Moldes, Estrada Municipal – ligação Portela a Fuste, dado que no seu entender é uma estrada que deve ter uma intervenção urgente, servindo várias aldeias, que importa observar, com desenvolvimentos antagónicos; por um lado, pelo seu despovoamento, e por outro, como é o exemplo do lugar de Fuste, onde se assiste a fenómenos demográficos de crescimento e vitalidade, este últimos evidenciados nomeadamente na construção de novas habitações, fixação de jovens casais e de natalidade”. A segunda refere-se à ligação Portela à Ponte Telhe, desafiando a câmara a também tomar diligências no sentido de proceder à colocação de rails de proteção nessa estrada municipal, “pois com o inverno e sem árvores, torna-se um percurso perigosíssimo que se saldou numa morte há alguns anos atrás e que no passado mês de Outubro poderia ter acontecido o mesmo com um grave acidente de viação”.

A presidente da Câmara, Margarida Belém, esclareceu que no que se refere à ponte Chave/Rossas, a obra encontra-se executada de acordo com o projeto aprovado. Relativamente à situação das estradas do concelho, “pese embora os muitos quilómetros de vias municipais que o concelho dispõe, prevê-se a reparação das mais degradadas no próximo ano, e que está a ser desenvolvido o procedimento para a colocação de rails de proteção na estrada de acesso a Ponte de Telhe”.

Enquanto isso, a Vereadora Sandra Melo (CDS-PP) perguntou em que ponto se encontra o arranjo urbanístico entre a EN326 e o Pólo Escolar da Boavista, tendo a edil referido que “o projeto está feito, prevê uma ligação em modos suaves àquele polo escolar e vai ser objeto de candidatura ao financiamento de fundos comunitários para se avançar com os trabalhos”.

Ainda neste âmbito, o Vereador Fernando Mendes (PSD) perguntou sobre o ponto da situação das obras de requalificação urbanística da zona poente da Vila, ao que a Margarida Belém respondeu “que se encontra a decorrer o concurso público para adjudicação dos trabalhos, processo esse que está na fase de análise de propostas”.

Os rails de proteção são uma necessidade premente

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*