OPINIÃO | A hora da verdade!

Os Valecambrenses vão ter, no próximo dia 1 de outubro, uma oportunidade imperdível para se livrarem de gente que não interessa a ninguém e cuja ação prejudicou e continua a prejudicar claramente a vida de toda a comunidade concelhia de Vale de Cambra, hipotecando o futuro dos seus filhos!

Não é preciso mais do que fazer algumas perguntas:

Porque razão o actual chefe de gabinete saltou fora da lista candidata à Câmara a menos de 1 mês das eleições? O que haverá de tão grave assim para que ele sirva para ser chefe de gabinete de José Pinheiro e não sirva para seu vereador?

Que motivos levam o ainda Presidente da Assembleia Municipal, Eng.º Rui Leite, a romper relações institucionais e não sei se pessoais, com José Pinheiro e assumir publicamente a sua desilusão com essa pessoa? Lembro-me num jantar de uma grande banda de música do nosso concelho e da última Assembleia Municipal ter reforçado essa ideia, acrescentando que a atual Câmara não tem projeto nem liderança! Adito, uma Câmara e um presidente à deriva e desnorteados!

O atual autarca ignora e não se preocupa com o amianto nas nossas escolas? Não sabe que esse material é altamente cancerígeno?

Depois de ter assistido ao debate entre candidatos às autárquicas, pergunto porque razão foram feitos ajustes diretos em 44 das 45 adjudicações na pré-campanha? Porque fracionaram empreitadas para evitar a fiscalização do Tribunal de Contas? Foi para termos mais transparência? O José Pinheiro não desmentiu!

A propósito deste assunto, fiz dois pedidos de esclarecimento, como membro da Assembleia Municipal, sendo o último do dia 1 de agosto. A lei diz que tem que ser respondido em 10 dias. Passou um mês e meio e nem uma palavra do Presidente da Câmara! É gravíssimo: porque revela incompetência pelo desconhecimento da lei, ou pior ainda, será que estamos diante de uma deliberada intenção de ocultar informação aos membros deste órgão fiscalizador? Isto dizem bem do estado e do nível a que a política feita por esta câmara chegou, ou seja, o grau máximo da incapacidade, da arrogância e do totalitarismo que prima pela falta de humildade e de cultura democrática. É uma tristeza!

Porque impediu que os nossos jovens já tivessem ensino superior em Vale de Cambra?

Como explica o atraso a que condenou Vale de Cambra nestes 4 anos perdidos em que todos os municípios vizinhos nos passaram a perna?

Estas e outras perguntas a cuja resposta temos direito, nunca foram respondidas pelo candidato do CDS… Porque será???

Texto de Carlos Matos 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*