Fernando Mendes quer duplicar atribuição e aumentar valor por estudante: 60 mil euros para bolsas de estudo já em 2018

Arouca

O candidato da coligação ‘Somos Arouca’ à Câmara Municipal, Fernando Mendes, vai contemplar uma verba de cerca de 60 mil euros no orçamento autárquico de 2018 para atribuição de bolsas de estudo no ensino superior, o que equivale a mais do dobro do montante actual.

Estamos a falar de um proposta que corresponde a 0,296% do orçamento municí­pio”, afirmou, sublinhando que esta iniciativa é “uma aposta no futuro, apoiando os jovens que deixam Arouca para ingressarem nas instituições de ensino superior”.

A autarquia atribuiu no presente ano 52 bolsas de estudo (concorreram 70 jovens), envolvendo um valor unitário entre 300 e 750 euros. Feitas as contas, cerca de 26 mil euros, o que corresponde a 0,1287% do orçamento municipal em 2017.

Existem casos em que as bolsas que são atribuí­das não chegam sequer para pagar todas as despesas de um só mês a estudar”, explicou o candidato, assumindo que “ninguém mais em Arouca vai deixar de estudar por falta de condições financeiras”.

Trata-se de mais uma das 30 medidas anunciadas para os primeiros 100 dias de mandato de Fernando Mendes, enquanto presidente do municí­pio, caso vença – como espera – a noite eleitoral no próximo dia 01 de Outubro.

Vivemos um perí­odo de crise em que as famí­lias gastam muito dinheiro com despesas de impostos. É cada vez mais difícil proporcionar condições a um filho para estudar. Há que pagar casa, transporte, alimentação, propinas, livros e material, e ainda dar a possibilidade de ter qualidade de vida”, referiu, sublinhando que “os jovens são o futuro e se lhe dermos condições irão, naturalmente, acrescentar riqueza ao nosso concelho, para responder às necessidades de mão-de-obra qualificada das empresas”.

Coligação ‘Somos Arouca’

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*