Câmara aprovou subsídios para associações com atividades no campo desportivo e cultural

A Câmara Municipal na sua reunião ordinária do passado dia 17 deliberou um conjunto de subsí­dios para associações com atividades no campo desportivo e cultural.

No âmbito cultural:

– Academia Sénior de Arouca – €500,00 (quinhentos euros);

– Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Provisende – €1.000,00 (mil euros);

– Associação Cultural, Recreativa e Desportiva de Chave – €1.000,00 (mil euros);

– Associação de Melhoramentos do Monte da Senhora da Mó – €500,00 (quinhentos euros):

– Associação Orfeão de Arouca – €2.250,00 (dois mil duzentos e cinquenta euros);

– Associação de Pais e Encarregados de Educação da EB1/JI de Paços, Moldes – €150,00 (cento e cinquenta euros);

– Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola e JI do Burgo – €150,00 (cento e cinquenta euros);

– Associação Social e Cultural de Espiunca – €400,00 (quatrocentos euros);

– Banda Musical de Arouca – €10.000,00 (dez mil euros);

– Banda Musical de Figueiredo – €8.000,00 (oito mil euros);

– Casa do Povo de Arouca – €2.000,00 (dois mil euros);

– Centro Cultural e Recreativo S. Martinho de Espiunca – €500,00 (quinhentos euros);

– Centro Cultural, Recreativo e Desportivo de Lourosa de Matos – €1.000,00 (mil euros);

– Centro Cultural, Recreativo e Desportivo de Santa Maria do Monte – €2.000,00 (dois mil euros);

– Centro Cultural, Recreativo e Desportivo do Burgo – €1.500,00 (mil e quinhentos euros);

– Clube de Jovens de Vila Viçosa – €500,00 (quinhentos euros);

– Conjunto Etnográfico de Moldes de Danças e Corais Arouquenses – €2.500,00 (dois mil e quinhentos euros);

– Grupo Coral de Urrô – €2.500,00 (dois mil e quinhentos euros);

– Grupo Cultural e Recreativo de Rossas – €2.500,00 (dois mil e quinhentos euros);

– Grupo Desportivo e Recreativo de Várzea – €750,00 (setecentos e cinquenta euros);

– Grupo Etnográfico de Danças e Cantares de Fermedo e Mato – €1.500,00 (mil e quinhentos euros);

– Numofreita – Núcleo de Motoristas Serra da Freita – €800,00 (oitocentos euros);

– Rancho Folclórico as Lavradeiras de Canelas – €1.000,00 (mil euros);

– Rancho Folclórico as Lavradeiras de Mosteirô – €1.000,00 (mil euros);

– Sociedade Filarmónica Santa Cruz de Alvarenga – €8.000,00 (oito mil euros);

– TEA – Associação de Teatro Experimental de Arouca – €1.000,00 (mil euros);

– Corpo Nacional de Escutas/Agrupamento 1302 Rossas – €500,00 (quinhentos euros);

– Associação Cultural e Recreativa de Mansores – €1.000,00 (mil euros);

– Comissão de Melhoramentos de Souto Redondo – €500,00 (quinhentos euros);

– Cine Clube de Arouca – €1.500,00 (mil e quinhentos euros);

– Associação de Pais e Encarregados de Educação das Escolas e JI de Mansores – €150,00 (cento e cinquenta euros);

– Associação de Agricultores de Arouca – €1.500,00 (mil quinhentos euros);

– Associação de Pais e Encarregados de Educação da EB1 do Lugar de Canelas – €150,00 (cento e cinquenta euros);

– Associação Pais Encarregados de Educação da Escola Básica e Secundaria de Escariz – €150,00 (cento e cinquenta euros);

– Associação Cultural e Desportiva Urrô – €500,00 (quinhentos valores);

– Vale do Viso – Associação pelo Ambiente, Desporto e Cultura de Celadinha – €500,00 (quinhentos euros);

– Associação Pais dos Alunos da Escola do 1.º Ciclo de Arouca – €150,00 (cento e cinquenta euros);

– Casa do Povo de Alvarenga – €1.000,00 (mil euros).

No âmbito desportivo:

– Associação dos Amigos da Cultura e do Desporto de Ponte de Telhe – €1.000,00 (mil euros);

– Associação de Caça e Pesca de Urrô – €100,00 (cem euros);

– Centro Cultural e Recreativo de Vila Viçosa – €500,00 (quinhentos euros);

– Grupo Desportivo Cruz das Eiras – €500,00 (quinhentos euros);

– Centro Recreativo e Cultural S. Miguel de Canelas – €500,00 (quinhentos euros);

– Sociedade Columbófila de Arouca – €150,00 (cento e cinquenta euros);

– Sportarc Spor Clube de Arouca – €500,00 (quinhentos euros);

– Centro Desportivo e Recreativo S. Pedro Nabais – €1.500,00 (mil e quinhentos euros).

De referir que estes apoios são suportados por uma candidatura, enquadrada por um regulamento especifico. O seu não cumprimento determinou o indeferimento de alguns pedidos. Registo também para o facto de o Executivo não ter correspondido a alguns por “inexistência de dotação orçamental”.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*