Arouca e Vale de Cambra assinalaram Dia Internacional da Árvore e da Floresta

Foram plantadas centenas de árvores autóctones

No passado dia 21 de março comemorou-se o Dia Mundial da Árvore e da Floresta. Os Municípios de Arouca e Vale de Cambra não deixaram passar a data em branco e plantaram várias árvores autóctones. Autarcas, escolas e associações ambientais participaram na plantação.

O Dia Internacional da Árvore e da Floresta não foi esquecido em Arouca. Em colaboração com a Associação Florestal Entre Douro e Vouga, a Câmara Municipal disponibilizou mais de meia centena de árvores autóctones a instituições e particulares. Sobreiros (quercus suber), castanheiros (castânea sativa), azevinhos (ilex aquifolium), medronheiros (arbutus unedo) e carvalhos (quercus sp.) foram as espécies disponibilizadas pela autarquia.

A data foi também assinalada no Pólo Escolar de Arouca, onde foram feitas algumas plantações, tal como na zona da Palma, na freguesia de Moldes, onde vários elementos do Executivo Municipal plantaram medronheiros e carvalhos.

No mesmo dia, o Movimento Gaio, em conjunto com os grupos do ambiente do Agrupamento de Escolas de Arouca – Célula Ecológica e EcoEscolas, procedeu à colocação de bandeiras de prece no Baldio de Albergaria da Serra, Planalto do Junqueiro, na Serra da Freita. O movimento tem vindo a trabalhar na área, com a plantação de mais de 1700 árvores nativas, e assinalou a data com a plantação de dezenas de carvalhos.

A efeméride foi também assinalada pelo Matéria Prima – Movimento para a Reabilitação e Preservação da Serra da Freita, que procedeu à plantação de novas árvores autóctones na encosta da Serra da Freita, junto aos Viveiros da Granja. Foram plantadas mais de 400 árvores, principalmente carvalhos.

60 carvalhos plantados por cerca de 70 alunos da Escola das Dairas

Com a colaboração de cerca de 70 alunos do 6º ano da Escola das Dairas, a Câmara Municipal de Vale de Cambra assinalou o Dia Internacional da Árvore e da Floresta, com a plantação de 60 carvalhos roble, no Parque das Carvalhas. As 60 árvores foram produzidas na estufa municipal.

O presidente da autarquia, José Pinheiro, acompanhou a ação e sublinhou a importância da valorização e da promoção de uma política de sustentabilidade ambiental, fomentando junto das gerações mais jovens o respeito pelo meio ambiente. “A mensagem a destacar e a reter deste dia tem como tónica principal a proteção da natureza. O equilíbrio ambiental versus a qualidade de vida das pessoas é provavelmente o maior desafio que o mundo enfrenta atualmente”, referiu o autarca.

Texto de Andreia Borges

Artur Neves ajudou à plantação na freguesia de Moldes
José Pinheiro participou na ação em conjunto com as crianças da Escola das Dairas

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*