Livro “Retratos de uma Viagem” apresentado na Biblioteca Municipal

Arouca

Fotos: Carlos Pinho

Decorreu no passado dia 11 de março, na Biblioteca Municipal de Arouca, a apresentação do livro fotográfico “Retratos de uma Viagem”. Editada pela Associação Geoparque Arouca (AGA), a obra “faz” uma viagem pelo concelho, através de retratos que contemplam o património, as paisagens, as tradições e as gentes de Arouca. O livro contou com a colaboração de 32 fotógrafos, alguns dos quais profissionais, textos de Ivo Brandão e epílogo de Isabel Silvestre.

A cerimónia de apresentação foi presidida pela vice-presidente da Câmara Municipal, Margarida Belém, que não poupou elogios a todos os envolvidos no projeto. “Acho que este livro fala por si. É uma obra que demorou muito tempo a nascer, mas isso só revela que foi uma publicação complexa e que envolveu uma larga comunidade de fotógrafos, pessoas que, de uma forma ou outra, conhecem muito bem o nosso território”. Falou também sobre como surgiu a ideia de publicação e de como foi difícil escolher as fotografias que integram o livro. “Esta publicação nasce em 2014 e foi fruto também de um concurso que nós lançamos, juntamente com o Movimento Fotográfico de Arouca, para angariar fotografias e conseguir pôr numa só publicação diferentes olhares sobre o território. Entretanto como nesse concurso não conseguimos obter matéria suficiente para a publicação, alargamos o âmbito a outros fotógrafos. Aquilo que temos aqui hoje é uma compilação das fotografias que melhor retratam o território, em diferente épocas. Foi muito difícil escolher as fotografias destes 32 autores”.

Isabel Silvestre, cantora e responsável pelo epílogo da obra, destacou o trabalho desenvolvido por todos os fotógrafos “que são o coração do livro. Eles vêm as coisas com outros olhos, mesmo estando no mesmo local. Ontem quando folheei o livro, vi aqui o coração da serra. É um livro com fotografias e apontamentos que podem ter várias análises”, referiu, parabenizando a autarquia e todos os que trabalharam na obra.

Na sua intervenção, Ivo Brandão, autor dos textos que acompanham as fotografias, falou sobre o desafio de escrever para imagens e sobre os autores que o inspiraram na elaboração dos textos.

Se há quem diga que uma imagem vale mais do que mil palavras, lançar o desafio a alguém para colocar palavras num livro de imagens é quase que um duplo desafio a que se torna difícil de corresponder. A ideia dos textos surgiu de forma a que nos colocássemos no olhar de alguém que chega a Arouca ao nascer do sol, e durante um dia percorre todos estes espaços, com um olhar atento sobre as várias coisas que lhe vão surgindo. Os textos também procuram proporcionar, ainda que de forma indireta, a lembrança da experiência e vivência no Arouca Geopark”, explicou.

No final das intervenções, seguiu-se a assinatura dos livros pelos fotógrafos presentes e um lanche final.

Texto de Andreia Borges

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*