F.C. Arouca voltou a escorregar

Manuel Machado ainda não venceu nenhum jogo ao comando técnico dos arouquenses

O Arouca perdeu com o Marítimo (3-1), no passado domingo, dia 19 de março, no Estádio dos Barreiros, em jogo da 26ª jornada da I Liga de Futebol. Depois da derrota frente ao F.C. Porto da última jornada, a equipa arouquense voltou a perder para o campeonato e soma a sexta derrota consecutiva. Manuel Machado ainda não venceu nenhum jogo ao serviço da formação arouquense.

Depois da derrota frente ao F.C. Porto do passado dia 10 de março, a contar para a 25ª jornada do campeonato, com golos apontados por Danilo Pereira, Tiquinho Soares e Diogo Jota, o Arouca voltou a perder, desta vez na deslocação à Madeira. A equipa arouquense ainda esteve a vencer, apontado o primeiro golo aos 20 minutos de jogo, mas o Marítimo empatou pouco antes do intervalo e, na segunda parte, marcou mais dois golos.

Neste quinto jogo de Manuel Machado no comando técnico do Arouca, o treinador mexeu de novo na equipa. Sami e Artur jogaram a titulares e Nuno Coelho regressou após ausência por lesão. Já do lado do Marítimo, destaque para as titularidades de Alex Soares e Brito.

Nos primeiros quinze minutos de jogo as oportunidades de golo foram praticamente nulas; o Marítimo tentava criar perigo, mas o Arouca ia contrariando as investidas da equipa da casa. Num golpe de sorte, a formação arouquense acabou por chegar ao golo, aos 20 minutos de jogo, na sequência de um passe de Walter González para Sami, que marcou sem dificuldades.

O golo do Arouca perturbou a equipa da Madeira, que tentou recuperar a igualdade a todo o custo, com sucessivos passes falhados. Aos 41 minutos, a pressão do Marítimo acabou por dar frutos, com um golo de Zainadine Junior. Na sequência de um canto que a defesa arouquense afastou, a bola sobrou para Fransérgio que serviu Zainadine para o golo da igualdade. Um remate sem hipóteses para Bracali.

No início da segunda parte, aos 57 minutos, Manuel Machado viu-se obrigado a fazer entrar Bolat para o lugar do guarda-redes Bracali, que saiu do relvado lesionado.

Os Insulares entraram melhor no segundo tempo e não tardaram a ficar em vantagem no marcador. Aos 64 minutos, Fransérgio cruzou para Alex Soares, que rematou para defesa do guardião Bolat, mas na recarga Keita não perdoou e assinou a reviravolta no marcador.

Poucos minutos depois, Manuel Machado fez entrar Kuca e Mateus para os lugares de Anderson Luis e Sami, mas as substituições não surtiram efeitos. O Marítimo marcou o terceiro golo da partida aos 75 minutos, numa jogada onde estiveram envolvidos António Xavier, Keita e Fransérgio, autor do golo.

Até ao final do jogo o Arouca procurou diminuir a desvantagem, mas os lances de maior perigo pertenceram aos Madeirenses, que obrigaram Bolat a intervir.

Com esta derrota, a equipa de Manuel Machado ocupa a 14ª posição da tabela classificativa, com 27 pontos. O Marítimo ocupa o 6º lugar da lista, com 40 pontos.

Texto de Andreia Borges | Foto: MaisFutebol

Marítimo

F.C. Arouca

3

1

1 Ao intervalo 1

94 – Charles

1 – Rafael Bracali (Bolat, 57’)

14 – Luís Martins

5 – Anderson Luís (Kuca, 67’)

34 – Raul (Deyvison, 89’)

33 – Jubal

3 – Maurício

4 – J. Velázquez

91 – Patrick

55 – Nelsinho

Zainadine Junior

66 – Nuno Coelho

35 – Fransérgio

26 – André Santos

7 – Alex Soares

7 – Artur

77 – Brito (G. Ghazaryan, 86’)

10 – Nuno Valente

50 – António Xavier

95 – Walter González

A. Keita (D. Djousse, 76’)

11 – Sami (Mateus, 67’)

DANIEL RAMOS

MANUEL MACHADO

4x1x4x1

4x2x3x1

ÁRBITRO: Tiago Nunes (AF Coimbra).

GOLOS: Sami (20’), Zainadine (41’), A. Keita (64’) e Fransérgio (75’).

DISCIPLINA: Cartão amarelo a: Jubal (80’).

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*