Arouca e Vale de Cambra sobem no Índice de Transparência Municipal

Foto: Andreia Borges | Câmara Municipal de Vale de Cambra

O Índice de Transparência Municipal (ITM) mede o grau de transparência das Câmaras Municipais através de uma análise da informação disponibilizada aos cidadãos nos seus web sites. Segundo a análise levada a cabo pela Associação Cívica Transparência e Integridade (TIAC) relativamente ao ano de 2016, o Município de Arouca ocupa a 257ª posição do ranking, enquanto o município de Vale de Cambra está no 56º lugar da lista.

A Câmara Municipal de Arouca ocupa a 257ª posição no Índice de Transparência Municipal de 2016, entre 308 autarquias avaliadas. Segundo dados analisados a publicados pela Associação Cívica Transparência e Integridade, o município arrecadou 33,93 pontos, numa escala de 0 a 100, mais 1,2 pontos do que os recebidos em 2015.

Já a Câmara Municipal de Vale de Cambra verificou uma subida acentuada em relação ao ano de 2015, ocupando agora a 56ª posição no Índice de Transparência Municipal, com 71,15 pontos, mais 10,3 do que os recebidos em 2015. Passou assim, de acordo com os parâmetros do estudo, de um desempenho “Aceitável” a um desempenho “Bom”.

O concelho de Vale de Cambra é ainda terceiro no distrito de Aveiro, depois de Águeda (3ª posição) e Sever do Vouga (50ª posição), com uma diferença de 43 posições para Ílhavo (99ª posição), o quarto classificado no distrito. Seguem-se Oliveira do Bairro (101º), Albergaria-A-Velha (149º), Estarreja (155º), São João da Madeira (174º), Vagos (176º), Mealhada (180º), Espinho (201º), Anadia (203º), Oliveira de Azeméis (204º), Santa Maria da Feira (214º), Castelo de Paiva (222º), Murtosa (250º), Ovar (251º), Arouca (257º) e Aveiro (286º).

Em declarações, Catarina Paiva, vereadora da autarquia que acompanhou diretamente o dossiê, entende que “esta distinção reforça, uma vez mais, o empenho contínuo e progressivo do departamento de comunicação, nos últimos anos, na gestão e atualização dos conteúdos apresentados na página web oficial, bem como a primazia dada pelo executivo ao interesse dos cidadãos”.

Também José Pinheiro, presidente da Câmara Municipal de Vale de Cambra, afirma que “ser um exemplo a seguir entre os municípios da região deve ser um orgulho e, sobretudo, uma motivação, não só para a administração, mas para todos os valecambrenses”.

O Índice de Transparência Municipal avalia o nível de transparência das autarquias, através da análise da informação de interesse público disponibilizada aos munícipes nas suas páginas web, onde são considerados sete parâmetros: informação sobre a organização, composição social e funcionamento do município (dimensão 1); planos e relatórios (dimensão 2); impostos, taxas, tarifas, preços e regulamentos (dimensão 3); relação com a sociedade (dimensão 4); contratação pública (dimensão 5); transparência económico-financeira (dimensão 6) e transparência na área do urbanismo (dimensão 7).

Valores de Arouca e Vale de Cambra em cada uma das dimensões avaliadas

Índice de Transparência Municipal

Arouca

Vale de Cambra

Dimensão 1

14,29

64,29

Dimensão 2

14,29

64,29

Dimensão 3

42,86

92,86

Dimensão 4

42,86

50,00

Dimensão 5

0,00

71,43

Dimensão 6

71,43

71,43

Dimensão 7

50,00

71,43

Texto de Andreia Borges

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*