Nervo ciático… O que fazer?

Sabem aquela famosa “dorzinha” que  as vezes temos próximo a lombar, e que muitas vezes irradia pela perna?

Pois… É “obra” do famoso nervo ciático.

Considerado o maior nervo do corpo humano, sua função é  permitir  o movimento dos músculos das pernas, sua localização vai da lombar (face posterior  do quadril), dando continuidade pela coxa, até chegar  ao Hálux (dedo maior do pé).

No momento em que sentimos uma dor, quase sempre ficamos imobilizados por uns segundos, nesta circunstância, reconhecemos uns dos sintomas do nervo ciático, que pode ser desde uma lesão do nervo, como algum tipo de inflamação, ou ainda pressão da coluna sobre o mesmo.

Normalmente os sintomas que cada pessoa apresenta, são diferentes, mas geralmente a dor ocorre com maior frequência de um só lado.

Quando é o caso de dores agudas, numa parte da perna ou quadril sente-se  dormência, neste caso, o lado afetado pode parecer mais fraco que o outro.

Outros sintomas pertinentes, são a falta de sensibilidade, diminuição dos reflexos da região afetada, formigamento, sensação de queimação, e dificuldade na elevação dos membros inferiores.

É característico piorar durante a noite, e normalmente homens e mulheres são acometidos,  pois conforme a idade avança, as estruturas da coluna vertebral podem sofrer desgastes que acabam comprometendo a medula espinhal bem como as raízes que dão origem aos nervos.

Ter postura correta, ajuda muito evitar lesões na coluna, sempre flexione os joelhos quando for erguer um peso do chão, cuidado com os centímetros do salto alto, pratique exercícios físicos que ajudem a fortalecer a musculatura de todo o corpo.

Segundo especialistas, nos dias de hoje, a Acupuntura tem sido relevante em casos músculos esqueléticos para prevenção de dores, uma vez diagnosticada a dor, a primeira iniciativa da pratica, consiste em identificar e corrigir as causas que desencadearam a compressão do nervo.

Um dos objetivos é fortalecer os músculos profundos e posturais da coluna vertebral através de exercícios específicos, além de diminuir a compressão no complexo disco vértebras e facetas, dando espaço para nervos e gânglios.

E para finalizar, recomendo consultar um médico para saber sobre os benefícios que a  Hidroginástica e Pilates como atividade física, podem trazer para o seu caso.

E como mais vale prevenir que remediar, manter  bolsa de água quente para aliviar a dor, é uma boa dica para quem já tem o Nervo Ciático diagnosticado. Quando aplicado nas primeiras 48 horas, poderá reduzir a dor e a inflamação.

Consultora e Colunista: Drª Gláucia Souza

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*