Passos Coelho na apresentação do candidato do PSD

“Fernando Mendes é um candidato autêntico e genuíno”

Fotos: Carlos Pinho

Foi em ambiente de grande confiança que o PSD apresentou o candidato à presidência da Câmara de Arouca, Fernando Mendes. A presidir à cerimónia, que decorreu no superlotado auditório da Loja de Turismo, esteve o presidente do Partido, Pedro Passos Coelho, que não poupou elogios ao atual presidente da Junta de Arouca/Burgo.

No evento marcaram presença diversas personalidades do PSD nacional, distrital e local. Para além de Passos Coelho registo para a presença do líder parlamentar do partido Luís Montenegro, diversos deputados, o líder da ‘distrital’ e Presidente da Câmara de Ovar, Salvador Malheiro, entre outros autarcas do distrito.

A cerimónia iniciou-se com o visionamento de um filme que “tocou” em algumas facetas do candidato, com especial ênfase na ação como autarca de freguesia. Estava assim dado o mote para que, em diversos momentos e com os diferentes oradores, fossem referenciadas as qualidades políticas e pessoais do candidato laranja.

Para o Presidente da concelhia, Rui Vilar, Fernando Mendes, é aquele “pelo qual todos os arouquenses esperam”, dado tratar-se de um “homem realizado com a sua família e a sua empresa, um positivista e um empreendedor” pelo que é o homem certo para protagonizar as mudanças “passados 24 anos de vícios e compadrios”.

Entre outras críticas à governação socialista da Câmara de Arouca “temos visto esbanjar e não investir”, deixou rasgados elogios a Elísio Brandão pelo “trabalho de excelência que tem desenvolvido na Assembleia Municipal”, assumindo a importância da sua recandidatura.

Para si há três áreas em que o partido irá apostar caso venha a ganhar as eleições: empresas, água (“vamos devolver a água aos arouquenses”) e acessos.

E foi precisamente Elísio Brandão que fez a intervenção seguinte. Entre elogios às qualidades políticas e pessoais do candidato – “a educação, a humildade fora do vulgar, a empatia e a capacidade empreendedora” – o Professor de Finanças deixou uma palavra de apreço e reconhecimento a Passos Coelho pelo muito fez na recuperação económica do país.

Para Salvador Malheiro é importante “reconquistar esta Câmara”. Não só pela importância que tem para o município mas também para a geografia política do distrito de Aveiro e até mesmo da Área Metropolitana do Porto. Dois espaços onde o PSD quer continuar a ser maioritário. Salvador Malheiro lembrou a importância dos edis serem “agentes do desenvolvimento económico e social dos seus territórios”, pelo que acredita que o candidato “pode tornar o concelho de Arouca mais inclusivo e mais justo”.

Foi num ambiente caloroso que Fernando Mendes subiu ao palco, começando por afirmar que se sentia honrado em estar naquele papel, para depois assumir a responsabilidade do “enorme desafio” que traz consigo e que será “um projeto de mudança no qual é possível fazer melhor para Arouca”. Salientadas as diferentes áreas prioritárias da sua ação política (empreendedorismo, floresta, acessibilidades, fixação da juventude) deixou críticas à gestão da Câmara socialista. A não construção da prometida via estruturante, tal como o fez o presidente da concelhia, mereceu vivo repúdio.

Até porque “Arouca precisa de gente séria, determinada e autêntica”, Fernando Mendes prometeu liderar uma equipa de políticos arrojados, dando especial atenção a sectores julgados cruciais para o desenvolvimento de Arouca. Neste sentido assumiu dar especial atenção às instituições de solidariedade social e continuar a apostar no setor do turismo.

O atual e experiente autarca de freguesia reconheceu que o percurso até às eleições não será fácil pelo que concluiu a sua intervenção pedindo o apoio de todos.

Passos Coelho dirigiu palavras de especial consideração por Fernando Mendes. Para si trata-se de alguém que “não foi fabricado” sendo, enquanto candidato, “autêntico e genuíno” e em quem “podemos confiar” . Para o antigo primeiro-ministro Fernando Mendes “traz proximidade e compreensão dos problemas dos munícipes”.

Reportagem completa na próxima edição impressa.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*