Dimensão e brilho maior no aparecimento da Super Lua

Hoje teremos uma Super Lua.

O fenómeno não acontece há quase 70 anos e todos poderão apreciar sua beleza única.
O satélite não chegava tão perto desde 1948 e só voltará a fazê-lo em 2034, ou seja, muitos, nunca viram uma Lua tão grande.

A Lua gira ao redor de uma órbita elíptica e se a Lua Cheia coincide com o ponto do trajecto onde está mais próximo da Terra, ela pode parecer muito maior.
Daqui algumas horas, a Lua se encontrará a 48,2 mil quilómetros mais próxima da Terra do que quando esteve recentemente no seu apogeu – que é o ponto mais distante da órbita.
Com excepção do eclipse da Super Lua de 2015, não houve nem haverá por muito tempo uma Lua Cheia tão especial.

E que tal preparar-se para aproveitar melhor esta noite?
Segundo fontes de pesquisas, as 17:50h, em Portugal, será o nascer da lua, momento indicado para perceber sua distinção.
Entretanto, se não conseguirem a essa hora, preparem-se para olharem para o céu e apreciarem sem pressa, procurem a melhor forma e tentem ir para um local aberto e calmo, longe das luzes intensas da cidade.
Como é óbvio, as Super Luas aparecem 14% maiores e 30% mais luminosas que as luas cheias comuns, sua magnitude é mais fascinante, quando vista na linha do horizonte.

Relatos dizem que as Super Luas parecem ainda maiores quando vistas através das árvores ou de casas, mas segundo o especialista Geoff Chester, do Observatório Naval dos Estados Unidos, isto não é resultado de uma ilusão de óptica, mas de um efeito óptico que não é compreendido completamente nem por astrónomos, nem por psicólogos.

Com um pouco de imaginação, há pessoas que enxergam figuras surpreendentes enquanto observam. Sozinhos ou em grupos, não percam este fenómeno, que faz parte da historia.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*